entretenimento
 
 
visitantes do site
de 1997 a 2018
radios ao vivo do Brasil radios gospel radios catolicas radios de futebol ao vivo radios de mpb radios de flashback radios sertanejas country music radio parada de sucessos top 50 tvs ao vivo do Brasil oportunidades musicais

MATO GROSSO DO SUL, CAMPO GRANDE - Dia dos Namorados, Turismo


DIA DAS MÃES - CARROS - COPA DO MUNDO NA RÚSSIA


Com as férias de julho chegando chegou a hora de planejar hotel, viagem ou comprar um Cruzeiro marítimo.
Escolha o que vai fazer, para onde vai viajar: uma praia, montanha, hotel fazenda ou mesmo ficar em casa fazendo churrasco. Já para planejar a Copa do Mundo na Rússia é melhor comprar passagens aéreas e ingressos o quanto antes.

As festas de São João por todo o Brasil e fazer uma viagem curta no dia das mães, também é uma boa ocasião para o turismo.

CARROS MODELO 2018:

A ocasião é ótima para trocar de carro.
Primeiro porque há grandes descontos se comprar um carro novo. Depois porque há uma grande valorização dos carros usados.


 

Campo Grande foi planejada sobre uma região verde, preservando a natureza. Por isso é possível ver animais e pássaros por toda a cidade.
Sua proximidade com o Pantanal, além de ser próxima à fronteiras internacionais como a Bolívia e o Paraguai, colocam Campo Grande em posição de destaque no turismo.
campo grande pantanal
A capital do Mato Grosso do Sul é uma mistura de culturas.
Na culinária os imigrantes paraguaios participam com seus pratos como a chipa (espécie de pão de queijo de massa compacta), a sopa paraguaia (que na verdade é uma torta salgada), e o tereré (um tipo de mate gelado). Outras receitas paraguaias são servidas no Mercado Municipal, que abre aos domingos.
Na música também é grande a influência dos vizinhos paraguaios com suas guaranias, especialmente na música sertaneja.
Outra influêcia é dos imigrantes japoneses do início do século 20. Como por exemplo na culinária com seus pratos, como o sobá, um macarrão artesanal incrementado com omelete e carne de porco.
Outras iguarias orientais são encontradas na Feira Central, próxima à Estação Ferroviária. A feira, repleta de quiosques, vende também frutas, verduras, artesanato e importados do Paraguai.
O espaço tem uma movimentação intensa, especialmente nas barraquinhas de comes e bebes.

Pratos exóticos e típicos do Pantanal também são encontrados em Campo Grande. Nos restaurantes regionais são servidos a moqueca de jacaré, pintado com banana-da-terra e urucum, e caldo de piranha.
Mas não é só a culinária que tem destaque em Campo Grande. O Parque das Nações Indígenas, por exemplo, é um dos muitos pontos de encontro dos moradores que lá apreciam o pôr do sol.

No Memorial dos Povos Indígenas há uma Comunidade de Indios Terena e venda de artesanato. O espaço é um dos atrativos do City tour, um passeio realizado em ônibus de dois andares com acompanhamento de guia. O programa dura duas horas e passa por mais de 40 pontos turísticos.
Outro passeio imperdível é o do Trem do Pantanal. As composições partem de Campo Grande aos sábados rumo à cidade de Miranda, através de paisagens típicas e cerrado, passando por rebanhos de gado, montanhas rochosas, e muito mais a ser avistado das janelas. O trajeto tem 220 quilômetros e faz parada em Aquidauana, aonde podem ser feitos passeios de barco e a cavalo, além da degustação de pratos típicos à base de peixes.
O caminho a seguir é até Miranda, num trecho em que os passageiros podem observar, pelas janelas espécies típicas da região, como tucanos e araras-azuis.
A volta é no domingo.